terça-feira, 2 de março de 2010

#6


Isabela é assim, sozinha, calada, ama os livros
e algumas bandas gringas que gritam quase o tempo todo.
Troca o dia pela noite, só pra dormir bastante
e não ver ninguém pela manhã. Ela não gosta do sol, mas também
não gosta da chuva, gosta é do vento e de suco de laranja
com duas pedras de gelo.
Ultimamente ela tem amado piquenique aos domingos e odiado
a grama verde e bonita, só porque ela faz coçar.
Isabela ama os animais, mas só tem um peixe e um gato gordo.
Tem amigos que não são amigos dela e dizem "te amo", diz que
é feliz e não é, e também gosta de mulher.
Nos últimos meses ela tem gostado de Ricardo, que gosta de Maria,
que por sua vez, não gosta de ninguém.
Isabela é assim, acha estranho tentar fazer alguém esquecer
alguém ao invés de tentar ajudar a aproximar.
Pois é, essa é Isabela. Mas bem que podia dar um nome ao seu
verdadeiro amigo. O gato gordo!

6 comentários:

Lordiesil disse...

Isabela,
Bela ou Isa? qual é seu apelido?

Difícil imaginar Isabela tão só...

Mais quer melhor cia q os livros.


http://hacondicoes.blogspot.com/

Bells S. Barbosa disse...

Achei seu blog maravilhoso e fiquei apaixonada pelos textos. rs

Natália disse...

Uma menina diferente, sem dúvida; mais um texto maravilhoso renan ;*

Jennyffer disse...

Pois é.... existem algumas Isabelas por aí, que nunca estão de bem com nada, sempre tem alguma coisa que ela não aprova, uma menina do contra.
Com isso ainda se torna uma garota sem amigos, só esses ' te amo' vazios que hoje em dia, todo mundo fala pra qualquer um como ' bom dia'.
E o único amigo dela é exatamente o gato gordo, que ela nem se importa.
Muito boa essa reflexão =)

BLOGUEIRO EXECUTIVO disse...

Reflexão da solidão de modo bem particular, textos assim são exemplos para nós nos rodeamos de valores que vençam a solidão de fato!

Beta_Milk disse...

Se estiver outra palavra alem de "Perfeito" para esse conto, eu certamente não aprendi.

Postar um comentário